Deleuze e Guattari: uma filosofia para o século XXI

Características

organização, tradução e notas: Jefferson Viel

projeto gráfico: Juliano Bonamigo

preço de lançamento: R$ 48,00

brochura 14 x 20 x 2 cm, 224 páginas

peso: 240 gramas

Devemos sentir-nos afortunados quando um pensador original se debruça sobre o pensamento de outro e lhe dedica um escrito. É o caso do trabalho de Heidegger sobre Nietzsche. É o caso, também, das diversas monografias de Deleuze sobre autores como Hume, Bergson e Foucault. É o caso, enfim, deste Deleuze e Guattari: uma filosofia para o século XXI, de Antonio Negri.

Aqui reunimos ensaios, resenhas e comentários, redigidos por Negri entre a década de 1980 e os dias atuais, sobre a obra de Deleuze e Guattari, em sua maioria inéditos em língua portuguesa. Incluímos três entrevistas: as duas primeiras concedidas a Negri por Deleuze e por Guattari no início dos anos 1990, a última oferecida pelo filósofo italiano em 2018 especialmente para esta edição.

Ao percorrer esses textos, o leitor poderá se beneficiar da interpretação de Negri da obra de Deleuze e Guattari, sobretudo no que concerne às áreas da ontologia, da história da filosofia e da filosofia política. No entanto, não é apenas a interpretação de um grande filósofo sobre a obra legada por duas das mais importantes personagens do pensamento filosófico francês do último século. Trata-se de verificar a importância dos pensamentos de Deleuze e de Guattari para o próprio Negri, que, à época de seu exílio na França, começou não apenas a se destrelar das fronteiras da pequena Itália, como também – em um movimento particularmente seu, mas que coincide com o da história da filosofia em geral – a atravessar os limites da modernidade em direção a uma filosofia do século XXI.